1. Loading...

Dicas para pedalar

There’s always something new to learn about riding, no matter if you’re a beginner mastering the basics or a pro trying out advanced techniques. And the more you learn, the more capable and confident you’ll feel on every ride. Our YouTube channel has a ton of great how-to videos, especially for those new to cycling:

Vê os vídeos

Engrenar mudanças

Engrena mudanças para se adequarem à tua velocidade, cadência e ao terreno. Deves estar a pedalar quando engrenas uma mudanças e deves utilizar uma mudança que permita pedaladas suaves e eficientes.

As manetes da direita controlam as mudanças traseiras. A manete grande move a corrente para as mudanças mais leves (maiores). A manete pequena move a corrente para as mudanças mais pesadas (mais pequenas).

As manetes da esquerda controlam as mudanças dianteiras. A manete grande move a corrente para o prato pedaleiro maior (mais pesado). A manete pequena move a corrente para o prato pedaleiro mais pequeno (mais leve).

Seleciona as tuas mudanças antecipadamente. Não engrenes as mudanças quando estás a fazer muita pressão nos pedais, como quando vais a subir. Antecipa a tua mudança de subida para entrares a subir já preparado. Se precisares de engrenar mudanças quando estás a fazer muita pressão, tenta aligeirar essa pressão nos pedais quando estás a engrenar a mudança desejada.

Encontrar a mudança certa

Com a prática, a engrenagem de mudanças tornar-se-á mais um impulso ou reflexo, requerendo pouco pensamento.

Com o decorrer do tempo, vais perceber quais as mudanças mais confortáveis para ti. As melhores mudanças e cadência variam. A maioria das pessoas acha que uma mudança baixa é melhor para subir, que uma mudança alta é melhor para descer e uma mudança pelo meio é confortável em terreno plano ou rolante.

Tenta não utilizar uma combinação em que a corrente fique cruzada: Uma mudança pesada na frente/mudança alta atrás OU mudança leve na frente/mudança baixa atrás. O cruzamento da corrente é mau para a tua transmissão.

É uma ótima ideia para os iniciados começarem a pedalar com um ciclista mais experiente com vontade de ensinar o básico sobre engrenagem de mudanças.

Travar e parar

Aprender a travar corretamente vai fazer com que te sintas mais seguro/a e com maior confiança na estrada. Antes de saíres para pedalar, certifica-te que os travões estão funcionais.

Travões de contrapedal

Se a tua bicicleta tem travões de contrapedal ativados pelos pedais, aplica a travagem ao pedalar para trás. Para aplicar maior potência, o pedal traseiro deve estar acima da horizontal quando se aplica a travagem.

Posição dos pedais para melhor aplicação de travagem contrapedal.

Travões de manete

A travagem deve ser feita utilizando ambos os travões em simultâneo. Aplicar demasiada força com o travão da frente pode fazer com que a roda traseira levante do chão, resultando numa perda de controlo. Aplicar demasiada força no travão traseiro pode fazer com que comeces a derrapar.

A maior parte da potência de travagem da bicicleta deriva do travão dianteiro, pelo que é melhor que o utilizes com moderação. O travão traseiro pode fazer com que abrandes gradualmente.

Para evitar que a roda traseira levante numa travagem brusca, move o teu peso para trás no selim e mantém uma posição baixa na bicicleta.

Se tiveres que fazer uma travagem de emergência, aplica os travões de forma suave e equilibrada para controlares melhor a velocidade.

Quando curvares, utiliza os travões antes de fazeres a curva. Uma travagem mais forte enquanto se curva pode fazer com que as rodas derrapem, o que pode fazer com que percas o controlo. Alivia os travões a meio da curva para maior estabilidade e tração de curva positiva.

A travagem contínua pode aumentar a temperatura no aro e nos componentes do travão o que causa um desgaste prematuro. Para evitar o sobreaquecimento do sistema, alivia os travões ocasionalmente para permitir que as superfícies arrefeçam.

Fazer subidas

A dica mais importante para subidas é selecionar a mudança certa antes de começares a subir. Assim que dominares a engrenagem de mudanças, estas técnicas adicionais vão fazer com que seja mais fácil subir.

Nas subidas íngremes, inclina-te para a frente e dobra os cotovelos. Pratica até encontrares o equilíbrio de peso correto entre as tuas rodas dianteira e traseira e prepara-te para alterar enquanto pedalas.

Fazer as subidas sentado/a ou em pé é uma questão de preferência pessoal. Por vezes, ajuda alternar entre as duas técnicas porque utilizam grupos musculares diferentes e a alternância de posições permite o descanso dos músculos fatigados.

Descidas

As chaves para fazer uma descida em segurança e com eficiência são controlo de velocidade, distribuição de peso e controlo da direção.

A velocidade é controlada através da experiência e de uma boa técnica de travagem. Para manter o peso bem equilibrado entre as rodas numa descida íngreme, move o teu peso para a parte posterior da bicicleta e mantém-te numa posição tão baixa como possível, tal como fazes a travar.

Mantém os joelhos e cotovelos dobrados para permitir que o teu corpo absorva os choques e impactos. Evita apertar com demasiada força os travões.

Controlar a direção

Só se vira o guiador a baixas velocidades. Virar o guiador a alta velocidade ou a descer é perigoso e só deve ser feito como contra-brecagem.

Por exemplo, para curvar à direita, move o teu pé exterior (esquerdo) até à posição das 6 horas e mantém o peso sobre esse pedal. À medida que entras na curva, empurra para a frente (não para baixo) com a tua mão interior (direita) e inclina-te na direção da curva.

As rodas dianteira e traseira vão seguir caminhos diferentes. Manobra de forma a que ambas as rodas sigam os melhores caminhos. Mantém-te descontraído durante a curva e mantém o peso centrado na bicicleta.

Para saber mais

Visita o canal do YouTube da Trek para uma ampla oferta de vídeos de instruções para melhorares o teu conhecimento sobre bicicletas.

Vê os vídeos

Cesto para comparar produto

Iniciar comparação
Portugal / Português
You’re looking at the Portugal / Português Trek Bicycle website. Don’t worry. We’ve all taken a wrong turn before. View your country’s Trek Bicycle website here.